#100: SOMBRAS QUEIMADAS // KAMILA SHAMSIE

 

 

 

 

9 de Agosto de 1945. Nagasaki. Hiroko Tanaka sai para a varanda e absorve a paisagem de socalcos que conduzem ao céu. A rapariga de 21 anos, embrulhada num quimono com três grous pretos estampados nas costas, está apaixonada pelo homem com quem vai casar, Konrad Weiss. Num milésimo de segundo o mundo fica branco. Depois explode ao som do fogo e com o horror da tomada de consciência do que aconteceu. No entorpecimento consequente ao explodir da bomba que oblitera tudo o que ela conheceu, apenas restam as queimaduras em forma de ave nas suas costas, uma memória indelével do mundo que perdeu.

LIVRO EM DESTAQUE

 

"Não me lembro do dia exacto, nem da hora exacta, mas lembro-me exactamente de como me senti. Despertei. Peguei no telefone e digitei o número que pretendia. A chamada estava estabelecida. Estava prestes a receber notícias que ansiava receber há já alguns dias. Mas nem por um segundo equacionei a hipótese de serem tão negras como aquelas que recebi naquele dia. Cancro. Sim, tinha ouvido bem. Cancro."

 

Blogue da BE

FOTOS AO CUBO

PALAVRAS À PORTA

PÁGINA DO FACEBOOK DA BE

Blogue do Departamento de Línguas

Pesquisar

Em linha

Temos 16 visitantes e sem membros em linha