#137: MAR ME QUER // MIA COUTO

"Um dia o padre Nunes me falou de Luarmina, seus brumosos passados. O pai era um grego, um desses pescadores que arrumou rede em costas de Moçambique, do lado de lá da baía de S. Vicente. Já se antigamentara há muito. A mãe morreu pouco tempo depois. Dizem que de desgosto. Não devido da viuvez, mas por causa da beleza da filha. Ao que parece, Luarmina endoidava os homens graúdos que abutreavam em redor da casa. A senhora maldizia a perfeição de sua filha. Diz-se que, enlouquecida, certa noite intentou de golpear o rosto de Luarmina. Só para a esfeiar e, assim, afastar os candidatos. Depois da morte da mãe, enviaram Luarmina para o lado de cá, para ela se amoldar na Missão, entregue a reza e crucifixo. Havia que arrumar a moça por fora, engomála por dentro. E foi assim que ela se dedicou a linhas, agulhas e dedais. Até se transferir para sua atual moradia, nos arredores de minha existência."

 

Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para o 10º, 11º e 12º anos de escolaridade, destinado a leitura autónoma. Também recomendado para o 8º ano de escolaridade, destinado a leitura orientada - Grau de Dificuldade.

#136: A MINHA HISTÓRIA COM BOB // JAMES BOWEN

 

 

 

Quando James Bowen encontra um gato alaranjado no prédio onde vive, não faz ideia do quanto a sua vida irá mudar. Lutando por sobreviver como músico de rua na cidade de Londres, a última coisa de que precisa é um animal de estimação. No entanto, incapaz de resistir ao animal doente, acolhe-o em sua casa. Quando Bob recupera a saúde, James deixa-o à porta do prédio, imaginando que nunca mais o voltará a ver. Todavia, Bob tinha outros planos. Dentro de pouco tempo, os dois tornam-se inseparáveis e as muitas aventuras que irão viver transformarão para sempre as suas vidas, curando lentamente as cicatrizes do passado atribulado de ambos. Esta é a história de uma amizade improvável e de como um gato vadio irá ajudar um homem a recuperar a sua autoestima e dar-lhe uma nova esperança quando o resto do mundo lhe parecia ter fechado as portas.

#135: A FILOSOFIA COM HUMOR // PEDRO GONZALEZ CALERO

A filosofia é compatível com o humor? É possível aprender filosofia a rir? Neste hilariante livro, o leitor é convidado a uma deliciosa viagem pela história da filosofia e pelas vidas dos filósofos, em que se deparará com o mau humor da mulher de Sócrates, os sonhos de Maquiavel, as opiniões de Kant sobre o casamento, as desapiedadas observações de Nietzsche, a dedução lógica de Russell (de que ele e o papa são a mesma pessoa) e a agressividade de Wittgenstein de atiçador na mão…

 

Excertos:

---Aristipo dispôs que na lápide do seu sepulcro se gravasse a seguinte inscrição: «Aqui repousa quem vos aguarda».

---Quando um oleiro consultou Sócrates sobre o que fazer, se haveria de se casar ou de permanecer solteiro, Sócrates aconselhou-o: – Faças o que fizeres, vais arrepender-te.

---Quando perguntaram a Madame de Staël como explicava que as mulheres bonitas tivessem mais sucesso junto dos homens do que as mulheres inteligentes, ela respondeu: – Porque há poucos homens cegos, mas muitos parvos.

 

Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para o Ensino Secundário como sugestão de leitura.

#134: OLÁ! EU SOU A VERA - É BOM TER AMIGOS // LUÍSA BELTRÃO

 

 

 

Efeitos da Trissomia 21? Este cromossoma a mais tem consequências diferentes em cada pessoa, embora todas tenham em comum um rosto com traçoes a'achinesados' e dificuldades de aprendizagem. Outro traço comum a quase todas é mostrarem-se afetuosas. Se houver cuidados na forma de ensinar, e respeito pela forma de aprender, muitas pessoas com Trissomia 21 podem chegar tão longe quanto as outras. É essencial que, como qualquer outra, estas crianças sejam amadas na família,, aceites na escola tal como são. É muito importante que tenham amigos capazes de acreditar nelas, para que avancem no seu caminho, tornando-se adultos de plena cidadania, bem integrados na sociedade.

#133: POR QUE SOMOS DE CORES DIFERENTES? // CARMEN GIL

 

 

Quando era mais pequeno, estava sempre a perguntar: Porquê? Porquê? Porquê? Já tenho 7 anos e não faço tantas perguntas, mas tenho ainda muitos "porquês" sem resposta.

Agora leio bastante e cada vez gosto mais. E tenho amigos e amigas que lêem tanto como eu. Se observares a cor da pele dos meninos e meninas à tua volta, vais ver que nem sempre é igual. Umas peles são mais brancas, outras mais escuras e algumas completamente negras. Aprende agora com a Marta e a sua amiga Kaelo a responder à pergunta "Por que somos de cores diferentes?"

 

Plano Nacional de Leitura

Livro recomendado para o 1º ano de escolaridade destinado a leitura orientada na sala de aula.

Grau de Dificuldade III.

#132: AS PERGUNTAS DA VIDA // FERNANDO SAVATER

 

Para que serve a filosofia? Qual deveria ser o seu papel no ensino? Estamos habituados a que a ciência resolva muitas das nossas dúvidas e problemas, mas algumas perguntas continuam em aberto, porque não admitem nenhuma solução definitiva. Acompanham-nos durante toda a nossa existência como seres humanos, repetindo-se de geração em geração: são as questões acerca da morte, da verdade, do universo, da liberdade, da justiça, da beleza, do tempo… A filosofia não pretende responder-lhes de uma vez por todas, mas continua a ensinar a formular essas perguntas de forma cada vez mais rica e significativa, enquanto propõe tentativas de respostas para nos ajudar a conviver racionalmente com elas. Porque é melhor manter em aberto as grandes perguntas do que contentar-se apressadamente com as respostas… Este livro gostaria de ser uma iniciação elementar à reflexão filosófica, tanto para aqueles que vão aproximar-se pela primeira vez do estudo da filosofia como para aqueles que - em qualquer idade - desejam conhecer os fundamentos desta tradição intelectual.

#131: OS MAIS BELOS RIOS DE PORTUGAL // VERBO

 

 

 

 

 

 

Os Mais Belos Rios de Portugal são descritos com rigor geográfico e analisados com surpreendente penetração nos campos da história, da sociologia, da economia, da ecologia, e acompanhados de abundantes textos de apoio, que tornam este livro de indispensável consulta.

#130: A NOITE DA FACAS LONGAS // PAUL R. MARACIN

 

 

 

 

O episódio conhecido por "Noite das Facas Longas" consistiu na eliminação de milhares de pessoas que Hitler e as cúpulas do Partido Nazi acharam conveniente afastar, a pretexto de se poderem tornar obstáculos às ambições de controlo absoluto do aparelho político-militar, na ascensão de Hitler ao domínio total da Alemanha. Hitler, Heydrich, Göring, Himmler e Goebbels deram início ao massacre em Munique e Berlim, que se estenderia nos dias seguintes a 30 de Junho de 1934 a muitas cidades alemãs, não se sabendo quantos milhares de vidas terão sido ceifadas nesta operação arrepiante que mudou, de facto, o curso da História da Alemanha e conduziu o mundo à catástrofe da Segunda Guerra Mundial.

#129: TREINA O TEU CÉREBRO PARA SERES UM GÉNIO

 

 

 

 

Queres fazer cálculos como Einstein, pintar como Da Vinci ou compor música como Mozart? Desafia as tuas células cinzentas, faz os testes deste livro e compara o teu intelecto com o dos grandes pensadores da História. Experimenta uma série de puzzles, jogos e ilusões ópticas que te vão aguçar a inteligência e estimular as capacidades. Explora este livro para conhecer o funcionamento do teu incrível cérebro e descobre o fantástico potencial da tua mente.

Da memória à criatividade, da resolução de problemas à personalidade, aprende como o cérebro faz de ti aquilo que és. É o teu cérebro: explora-o!

#128: HISTÓRIAS... COM MATEMÁTICA // ESEV

 

 

 

 

As histórias infantis sobre temas matemáticos têm um importante valor educativo, que é reconhecido por diversos autores, tanto no nosso país como no estrangeiro. Foi com isso em mente que este livro foi compilado, reunindo catorze histórias e ilustrações criadas pelos alunos da Escola Superior de Educação de Viseu.

#127: O NOSSO ICEBERG ESTÁ A DERRETER // JOHN KOTTER

 

 

O nosso icebergue está a derreter é uma fábula simples sobre ser-se bem-sucedido num mundo em constante mudança. Baseada no trabalho premiado de John Kotter, da Harvard Business School, esta história tem sido utilizada para ajudar milhares de pessoas e organizações. A fábula conta a história de um grupo de belos pinguins imperadores que vive de acordo com a tradição há muitos anos. É então que Fred, um pinguim curioso e observador, descobre que um problema potencialmente devastador ameaça o lar da sua colónia mas, de uma forma geral, ninguém o ouve.

Esta história fala de resistência à mudança e de ações heroicas, de obstáculos aparentemente inultrapassáveis e das táticas mais inteligentes para lidar com esses mesmos obstáculos. É uma fábula que podemos transpor sob várias formas para o que nos rodeia e que constitui uma valiosa orientação para um mundo em constante e vertiginosa mudança.

#126: CAPITÃES DA AREIA // JORGE AMADO

 

 

Capitães da Areia é o livro de Jorge Amado mais vendido em todo o mundo. Publicado em 1937, teve a sua primeira edição apreendida e queimada em praça pública pelas autoridades do Estado Novo. De nada adiantou. Quando pôde voltar à cena, Capitães da Areia conquistou o grande público e é ainda hoje um dos maiores sucessos do autor.

Nesta história crua e comovente, Jorge Amado descreve, em páginas carregadas de uma beleza, dramatismo e lirismo poucas vezes igualados na literatura universal, a vida de um grupo de meninos de rua da Bahia, na década de 1930. Divididas entre a inocência da infância e a crueza do universo adulto, as crianças têm de lidar com um quotidiano ao mesmo tempo livre e vulnerável, revelando um desamparo e uma fragilidade que, em muitos aspectos, permanecem actuais.

#125: O NOME DA ROSA // UMBERTO ECO

Um estudioso descobre casualmente a tradução francesa de um manuscrito do século XIV: o autor é um monge beneditino alemão, Adso de Melk, que narra, já em idade avançada, uma perturbante aventura da sua adolescência, vivida ao lado de um franciscano inglês, Guilherme de Baskerville.

Estamos em 1327. Numa abadia beneditina reúnem-se os teólogos de João XXII e os do Imperador. O objecto da discussão é a pregação dos Franciscanos, que chamam a igreja à pobreza evangélica e, implicitamente, à renúncia ao poder temporal.

Guilherme de Baskerville, tendo chegado com Adso pouco antes das duas delegações, encontra-se subitamente envolvido numa verdadeira história policial. Um monge morreu misteriosamente, mas este é apenas o primeiro dos sete cadáveres que irão transtornar a comunidade durante sete dias. Guilherme recebe o encargo de investigar esses prováveis crimes. O encontro entre os teólogos fracassa, mas não a investigação do nosso Sherlock Holmes da Idade Média, atento decifrador de sinais, que através de uma série de descobertas extraordinárias, conseguira no final encontrar o culpado nos labirintos da Biblioteca.

#124: O FIO DA NAVALHA // SOMERSET MAUGHAM

Quando um amigo e colega de combate morre ao tentar salvá-lo, a vida de Larry Darrell muda para sempre. Para o jovem aviador americano, a morte passa então a ter um rosto. O inexorável mistério da morte leva-o a questionar o significado último da frágil condição humana e a embarcar numa obstinada e redentora odisseia espiritual.

Ao recusar viver segundo as convenções impostas pela sociedade, para buscar o sentido da vida (que encontrará, certa manhã, algures na Índia), Larry torna-se simultaneamente uma frustração para os que o rodeiam – principalmente para Isabel, a namorada, e Elliott, tio desta, que cultivam acima de tudo a aceitação e o prestígio sociais – e a personificação de um ideal de espiritualidade e não-compromisso.

"O Fio da Navalha" foi originalmente publicado em 1944, num mundo muito diferente do actual. Contudo, algumas das suas ansiedades e dúvidas permanecem: continuamos até hoje a buscar um sentido para a nossa existência, mas não queremos apenas deter esse conhecimento, queremos senti-lo no mais fundo de nós. Para encarnar essa luta contra o destino, Somerset Maugham criou uma das mais fascinantes personagens do seu vasto legado literário. Da Primeira à Segunda Guerra Mundial, passando pela Grande Depressão, ele leva-nos, através das sociedades francesa, americana e inglesa, à verdade mais recôndita da alma e do sentimento dos homens.

#123: O TALENTOSO MR. RIPLEY // PATRICIA HIGHSMITH

Patricia Highsmith é a grande criadora do romance policial psicológico e Tom Ripley é o personagem de referência da sua obra, um dos mais "negros" do policial do pós-guerra, "um homem que não reconhece a culpa em qualquer circunstância", segundo as palavras da escritora. Por isso ela lhe dedicou toda uma série de livros, que começa justamente com "O Talentoso Mr. Ripley" , mais uma vez adaptado ao cinema, agora pela câmara de Anthony Minghella. Aliás, a obra da autora desde cedo apaixonou os cineastas. O seu primeiro romance, "O Desconhecido do Norte-Expresso seria adaptado por Alfred Hitchcock.

Outros se lhe seguiram, fascinados por Ripley: René Clement e Wim Wenders. Ripley é um homem vulgar, que quer sair da América. A oportunidade surge quando o Sr. Greenleaf, seduzido por uma sua prestação ao piano, enganado por um casaco da Universidade de Harvard (Ripley é muito bom a imitar, a manipular, a disfarçar), o convence a ir à Europa e trazer-lhe de volta o filho, que vive em Itália uma dolce vita, com a mesada que o pai lhe manda todos os meses.

Ripley torna-se amigo de Dickie Greenleaf e da namorada deste, mas numa discussão violenta acaba por matá-lo e assumir a sua identidade. E a partir deste momento, o perigo, o inesperado, o medo, mas também uma frieza e um calculismo extremos perante a morte, passam a fazer parte do quotidiano de Ripley, que, no entanto, é capaz de se comover e nos comover, ao assistir a um espectáculo de ópera.

LIVRO EM DESTAQUE

 

"Não me lembro do dia exacto, nem da hora exacta, mas lembro-me exactamente de como me senti. Despertei. Peguei no telefone e digitei o número que pretendia. A chamada estava estabelecida. Estava prestes a receber notícias que ansiava receber há já alguns dias. Mas nem por um segundo equacionei a hipótese de serem tão negras como aquelas que recebi naquele dia. Cancro. Sim, tinha ouvido bem. Cancro."

 

Blogue da BE

FOTOS AO CUBO

PALAVRAS À PORTA

PÁGINA DO FACEBOOK DA BE

Blogue do Departamento de Línguas

Pesquisar

Em linha

Temos 10 visitantes e sem membros em linha